CHAMADO ÀS ARMAS

Leitura: 2 CO. 10:3-5; EF. 6:11-18; 2 TM. 2:3-5

Saiba qual é o passo a passo para o Brasil entrar em uma guerra ...Ao olhar a situação de muitos (senão a maioria) cristãos, a impressão que tenho é que, em suas mentes, acreditam que quando foram alcançados pelo SENHOR JESUS, receberam uma entrada para um “resort” ou “uma colônia de férias”; que acreditam que por receber em suas vidas O Príncipe da Paz, terão uma vida livre de problemas e de sofrimento, que não terão quaisquer conflitos ou que, simplesmente, não terão que participar de luta alguma, senão contra seus próprios desejos carnais… Não foi o que JESUS prometeu (JO. 14:27).

JESUS afirmou categoricamente “no mundo tereis aflições”. Que tipo de aflições? Na carta do apóstolo Paulo à Timóteo, encontramos registrado que “fomos alistados para uma guerra”, porém essa guerra, essa luta, não é contra pessoas de carne e sangue, mas sim contra principados, potestades, príncipes das trevas deste século (deste mundo), hostes espirituais da maldade. E ainda mais, essa luta não se dá em nossa esfera terrena, em nosso mundo físico, e sim “nas regiões celestiais” (EF. 6:12).

Mas, como que, pessoas habitando na Terra, podem batalhar nas regiões celestes? Será que é uma batalha tipo Star Wars? Com discos voadores, sabres de luz, e tudo o mais? Não! É algo muito, muito diferente, e porém mais poderoso. Leia, com bastante atenção, o capítulo 10 do livro de Daniel, no Antigo Testamento…

Daniel, um homem hebreu (judeu), e também um profeta do Verdadeiro DEUS, se colocou diante de DEUS para buscar o entendimento de uma visão, e entra num período de jejum e oração por três semanas completas (21 dias – DN. 10:2,3). Assim que ele começou a buscar a DEUS, um anjo lhe foi enviado com a resposta (v. 12), porém o “príncipe do Reino da Pérsia” (um príncipe angelical, um principado) se opõe a esse anjo, e isso durou vinte e um dias (as três semanas). O anjo só pôde passar quando “um dos primeiros príncipes, Miguel”, vem em seu auxílio. Ou seja, o arcanjo (principado angelical que governa uma nação) do reino da Pérsia se opusera à resposta de oração do hebreu, e o anjo portador da resposta só conseguiu passar quando o arcanjo Miguel (o arcanjo de Israel – conforme DN. 12:1; JD. 9).

Ainda em Efésios 2:2,3 encontramos que este mundo segue “o príncipe” das “potestades” do ar, que não é outro senão o próprio satanás, a quem JESUS chamou de “o príncipe deste mundo” (o governador deste mundo) – JO. 12:31; LC. 4:5,6 1 JO. 5:19…).

Você percebe, portanto, a importância de cada cristão saber qual sua posição como soldado de JESUS CRISTO (2 TM. 2:3)? Mais ainda, a importância de conhecer quais são as “armas poderosas em DEUS para a destruição de fortalezas, e capaz de levar cativo todo o entendimento à obediência de CRISTO” (2 CO. 10:4,5)?

G1 > Pop & Arte - NOTÍCIAS - Tom Hanks e Spielberg retornam aos ...Você não está em uma colônia de férias! Não está em um “resort”!
Você está “alistado para uma guerra”!
Porventura já sabe que arma espiritual DEUS confiou a você?
Como está seu “treinamento” com a arma que DEUS lhe confiou?
Se o dia mau se levantar diante de você, você resistirá (EF. 6:13)?

Reflita bem nisso, meu irmão, minha irmã…
Prepare-se! A batalha já se aproxima! E hoje O SENHOR passa em revista o exército de guerra (IS. 13:4).

Saiba, amado(a), que o inimigo tem uma preocupação quanto aos filhos de DEUS ─ mantê-los como meninos espirituais (1 CO. 3:1-4), pois “meninos não são capazes de ser soldados, de lutar contra o inimigo e vencê-lo” (1 JO. 2:14).

É necessário alimentar-se do “leite racional não falsificado”, para ir crescendo no conhecimento de DEUS (1 PE. 2:2). Alimente-se com a pura palavra de DEUS! Deixe de lado as interpretações teológicas, humanas, e busque no ESPÍRITO SANTO, na oração, e na comunhão íntima com DEUS conhecer o seu lugar no exército do SENHOR, para que, na batalha, seja vencedor(a).GUERRA ESPIRITUAL | A ARMADURA DE DEUS


Print Friendly, PDF & Email

Sobre Carlos Bächtold

Professor pós-graduado, profeta, pai, blogueiro, escritor. Atua na rede pública de educação como professor de informática. Atuando há mais de 30 anos na área da Tecnologia da Informação, desenvolveu vários trabalhos que podem ser encontrados na internet. Casado com Adriana Bahiense Scansetti Bächtold, com quem tem dois filhos: Daniel e Débora.
Esta entrada foi publicada em Artigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.